ÓTICAS MURILLO !!!

ÓTICAS MURILLO !!!
EM TODOS SENTIDOS, CUIDANDO DA SUA VISÃO !!!

"TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE"

"TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE"
... ACREDITE ...

NOS ACOMPANHAM !!!

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

FUTEBOL CEARENSE DE "LUTO", MORRE JURANDIR BRANCO !!!

Corpo de Jurandir Branco chegou para velório no Pici em caixão com as cores do Fortaleza
 
O pai da garotada dá adeus. Após 69 anos de vida, dos quais 46 dedicados ao Fortaleza, Jurandir Branco, maior descobridor de talentos da história do clube entrou no Pici na tarde de ontem pela última vez, para ser velado por família, amigos, jogadores que descobriu e todos que mantém relação de afeto com o Tricolor. No olhar dos presentes que acompanharam a chegada do corpo, havia um misto de gratidão e saudade. A causa da morte não foi divulgada ainda, mas Jurandir lutava contra um câncer.

O corpo será enterrado hoje. Às 8h30min, o cortejo sairá da sede administrativa, no Pici, onde seguirá para São Gonçalo do Amarante, a 63 km de Fortaleza, onde será sepultado.

Aquele que em 1979, aos 32 anos de idade, já era chamado de “o olho biônico do Fortaleza” pelo O POVO, deixou admiradores e seguidores. Dentre eles, está o atual coordenador das categorias de base do Leão, Jorge Veras. Descoberto por Jurandir em 1977, fez sucesso no Grêmio-RS e no Criciúma-SC. “Esse tempo todo eu só fiz aprender com ele. É motivo de tristeza saber de seu falecimento, mas ele deixa uma história brilhante no futebol cearense”, afirma. Trajetória que Veras dá continuidade com os meninos da base do Leão.

O técnico Flávio Araújo, com passagens por Icasa e Fortaleza, diz que deve a ele muito do que sabe na profissão que exerce. “Ele era muito determinado na execução de seu trabalho, isso foi muito importante para todos nós que trabalhamos com ele, que hoje somos treinadores e preparadores”, comenta.

Jorge Veras complementa: “Ele me ensinou sobre responsabilidade, profissionalismo, pedia que déssemos o máximo em busca de nosso melhor”.

Clodoaldo, o Capetinha, externou sua tristeza nas redes sociais. “Se cheguei onde cheguei, devo a você, Jura. Que Deus o receba de braços abertos”, postou. Já o massagista Manuel de Almeida, com quase 40 anos de Pici, disse que perdeu seu melhor amigo na lida diária: “Foi o primeiro funcionário do clube com quem tive amizade, sempre estivemos juntos. Eu sempre desabafava com ele, e ele, comigo”.

Em nota, o clube se comprometeu a ajudar a família de Jurandir Branco. “A diretoria do Fortaleza e o MITT (Movimento Independente da Torcida Tricolor) se colocaram à disposição da família para ajudar no que for preciso neste momento de dor.”

Tristeza
MANUEL ALMEIDA (MASSAGISTA) - ”Até anteontem conversamos. Ele estava tranquilo, estava bem disposto.”

FLÁVIO ARAÚJO (TÉCNICO)- “O Jurandir é a grande referência dentro do Fortaleza, são quase quatro décadas (na verdade foram 46) revelando jogadores que trabalharam com Jurandir na década de 1970, década de 1980 e 1990. Jurandir com certeza era o pai da garotada.”

JORGE VERAS (COORDENADOR DAS CATEGORIAS DE BASE DO FORTALEZA)- “Apesar de todas as dificuldades que ele tinha na época, já que hoje é mais profissional, mas na época era uma dificuldade muito grande, era muito difícil trabalhar na base, não tinha quase nada e ele sozinho conseguiu fazer um trabalho de muita qualidade.”
“Só tenho a agradecer. Devo muito a você, Jura”, diz Clodoaldo sobre Jurandir Branco

JORGE MOTA (Presidenciável): Registro a minha tristeza pelo falecimento do nosso Jurandir "Branco" como era conhecido. Responsável pela revelação de muitos jovens talentos, dentre os quais muitos meninos pobres que viam no futebol a sua única chance de melhorar na vida e de realizarem seus sonhos a todos permitido. Que Deus em sua infinita sabedoria o receba de braços abertos. Vai em paz irmão.
Foto: (Reprodução Facebook)
Foto: (Reprodução Facebook)
A morte de Jurandir Branco, um dos maiores descobridores de talento do futebol cearense, mexeu com vários jogadores. Principalmente aqueles ligados ao Fortaleza, onde ele trabalhou por quase 50 anos.

 
Um dos últimos craques feitos aqui no futebol alencarino, o ex-atacante Clodoaldo deixou um depoimento para o eterno professor.
 
Baixinho brilhou no Fortaleza na década passada (Foto: Kiko Silva/Diário do Nordeste)
Baixinho brilhou no Fortaleza na década passada (Foto: Kiko Silva/Diário do Nordeste)
 
Ao Blog, o Baixinho (emocionado ao perguntar qual era o assunto) disse que iria escrever um texto em seus perfis nas redes sociais. Cinco minutos depois, estava lá o agradecimento e a gratidão a Jurandir Branco.
 
Hoje, perdemos o melhor descobridor de talentos no futebol cearense. Uma pessoa simples, humilde, companheiro, amigo e apesar de nunca estar satisfeito com as vitorias, sempre cobrando muito nos treinos e jogos. Hoje só tenho a agradecer por tudo, se cheguei onde cheguei devo muito a você, Jura. Que Deus o receba de braços aberto e nesse momento possa confortar sua família. Luto”.
 
Além de Clodoaldo, Jurandir Branco também revelou o lateral-direito Expedito, os volantes Amaral e Rogério, o meia Edinho, o atacante Osvaldo entre outros grandes destaques do futebol cearense.
Publicado em 18/11/2014 - 15:05 por |            

1 comentários:

Luciano Gondim disse...

JURANDIR BRANCO, foi meu primeiro TREINADOR no ATLÂNTICO e nas CATEGORIAS DE BASE do FORTALEZA ESPORTE CLUBE.

VÁ COM DEUS JURANDIR !!!

19 de novembro de 2014 09:17

POSTAGENS MAIS VISITADAS!!!

SITE (s)

MARCADORES-Labels

ARACATI X TRAIRIENSE - Sub 20 Cearense 2011

Arquivos LG